Imagem

Postal-de-Natal-ilimitados

Anúncios

No pedalar é que está o ganho!

ilimitados responsabilidade social

A utilização de bicicletas por grupos de colaboradores de uma organização para ir e vir do trabalho é cada vez mais uma tendência associada a boas práticas sociais, empresariais e ambientais. Algumas das maiores empresas dos E.U.A., tais como o Facebook, Apple, Hewlett-Packard e General Mills tornaram-se adeptas deste conceito tendo sido consideradas “amigas do ciclismo” pela Liga Americana do Ciclismo.

Existem vários benefícios claros para o bem-estar dos colaboradores e do ambiente mas há alguns que se destacam, tais como:

  • O aumento da produtividade dos colaboradores já que a sua concentração aumenta, tornando-se mais produtivos e com um desempenho melhor e mais eficiente;
  • Melhoria da saúde dos colaboradores;
  • Redução dos custos com o estacionamento;
  • Redução das emissões de carbono;
  • Redução da rotatividade dos colaboradores, pois estes sentem-se mais valorizados;
  • Uma comunidade de ciclistas dentro da organização torna-se mais económica que a realização de contratos com ginásios;
  • Melhoria do trabalho e equilíbrio dos colaboradores reduzindo o tempo despendido no ginásio;
  • Envolvimento da comunidade já que as bicicletas podem ser produzidas localmente, criando postos de trabalho em lojas/oficinas de bicicletas locais e contribuindo para uma economia sustentável (em Aveiro temos o exemplo do designer Noca Ramos).

A utilização de bicicletas para percorrer o caminho até ao trabalho é uma prática win/win para as organizações, colaboradores e para a comunidade. Não só os colaboradores ganharão uma maior sensibilidade relativamente à comunidade e aos negócios locais como também ficarão mais bem-dispostos, pouparão recursos e melhorarão a sua saúde.

Via Taiga Company

7 dicas de sustentabilidade para poupar durante uma viagem

Com as férias ao virar da esquina, é normal que comecemos a fazer os preparativos necessários para ir de viagem. Para todos aqueles que estão a pensar utilizar o carro neste período de descanso, deixamos algumas dicas que o poderão ajudar a poupar no combustível e noutros problemas que possam surgir durante a viagem.

  • Conduza sensatamente. Evite o excesso de velocidade, assim como acelerações e travagens bruscas;
  • Esteja atento ao ar dos pneus do seu carro, certificando-se que estes têm a quantidade de ar aconselhada;
  • Desligue o carro sempre que possível e evite inactividade desnecessária;
  • Realize check-ups regulares ao motor e controlos do carro de forma a evitar o consumo excessivo de combustível, velas de ignição desgastadas, o “arrastar de travões”, fugas do fluído de transmissão ou problemas na transmissão;
  • Considere a aquisição de um automóvel altamente eficiente a nível do consumo de combustível. Um veículo híbrido ou outro que utilize combustíveis alternativos, poderá poupar-lhe muita gasolina e ajudar o meio ambiente;
  • Realize vários afazeres numa só viagem. Muitas viagens curtas, cada uma com um arranque a frio, podem consumir o dobro do combustível que utilizaria numa única viagem com a mesma distância, quando o motor está quente;
  • Se possível, utilize o sistema de Cruise Control (controlo de cruzeiro) na auto-estrada. Este ajuda a manter uma velocidade constante e, na maioria dos casos, economizar combustível.

Esperamos que estas dicas o ajudem na sua viagem e, já agora, desejamos-lhe umas óptimas férias! 🙂

7 dicas para poupar recursos no seu local de trabalho (e fora dele!)

Poupança de recursos no escritório

O local de trabalho é um dos sítios onde, com algumas pequenas alterações, é possível melhorar grandemente a poupança energética. Aqui na ilimitados, por exemplo, notámos uma grande diferença ao aplicar luz focalizada na zona de trabalho, ao invés de iluminar toda a sala. Sugerimos que:

  • Desligue o computador da corrente todas as noites (e especialmente ao fim-de-semana). Apesar de desligado, se continuar ligado à tomada, continuará a consumir alguma electricidade;
  • Evite imprimir documentos que possam ser facilmente lidos ou preenchidos através do computador;
  • Use ambas as páginas de cada folha de papel, antes de reciclar;
  • Em vez de iluminar toda a sala, use focos de luz nas áreas em que esta é necessária;
  • Se possível, escolha um dia da semana para ir para o trabalho a pé ou de bicicleta;
  • Tente encontrar colegas de trabalho ou pessoas da sua área de residência que trabalhem na mesma área que você, para que possam partilhar o transporte. Isto permitirá reduzir custos com o combustível e com a manutenção do carro;
  • Em alternativa, pode juntar-se ao movimento carpool (pode encontrar companhia aqui ou aqui);

Já conhece a regra dos 20-20-20?

Segunda ela, os oftalmologistas aconselham quem utilize o computador de forma intensiva a descansar a vista de 20 em 20 minutos, olhando durante 20 segundos para um ponto situado a pelo menos 20 pés (6 metros) de distância.

Aproveite este inicio de semana para experimentar e,  se quiser levar o exercício mesmo a sério, instale esta extensão para o ajudar a não perder a noção do tempo. 🙂

Boa semana e bom trabalho!

Sustentabilidade, saúde, confiança e bem-estar

Este vídeo criado pela Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica do Porto faz um breve resumo do papel da sustentabilidade, confiança, saúde e bem-estar na melhoria da qualidade de vida e alimentação do ser-humano. Vale bem a pena ver!

O que é a sustentabilidade?

Na prática, a sustentabilidade consiste na promoção da exploração de determinadas áreas ou na utilização de determinados recursos, prejudicando o menos possível o equilibro da biosfera que dele depende.

Apesar de parecer um conceito longe de ser economicamente viável, não é bem assim! Mesmo no caso das actividades que causam um grande impacto no planeta, como a extracção de minério, a fabricação de papel e celulose, a agricultura em larga escala, etc. verificou-se que a aplicação de práticas sustentáveis não só é economicamente viável como, em alguns casos, veio ainda poupar dinheiro às empresas.

Pode-se afirmar que garantir a sustentabilidade de um projecto ou de determinada região, é dar garantias de que mesmo explorada, essa área continuará a promover recursos e bem-estar económico e social para as comunidades que nela vivem, mantendo a capacidade de regenerar-se, mesmo com intervenção do ser-humano.